Oque é Taurina?

taurina, ou ácido 2-aminoetanosulfónico é um ácido orgânico, contendo enxofre, encontrado na bílis. É um dos aminoácidos mais abundantes do nosso organismo, não sendo usado na síntse de proteínas. É produzido em nosso corpo a partir da metionina e representa 25%, 50%, 53% e 19%, respectivamente no fígado, rins, músculos e cérebro, apesar de respresentar apenas 3% dos aminoácidos livres na linfa.[1][2] Age com a glicina e o ácido alfa-aminobutírico como um transmissor neuroinibidor. É sintetizado, no fígado e no cérebro, a partir da metioninacisteína, juntamente com a vitamina B6. É o único ácido sulfónico conhecido a ser produzido por meios naturais.[3]

Atua como emulsionante dos lípidos, no intestino delgado, promovendo a sua absorção intestinal, já que é um dos ácidos mais abundantes da bílis (o ácido quenodesoxicólico). A taurina age ainda como transmissor metabólico e fortalece as contrações cardíacas.

É usada em bebidas energéticas devido ao seu efeito desintoxicador, facilitando a excreção de substâncias que não são mais importantes para o corpo pelo fígado. Intensifica os efeitos da insulina, sendo responsável por um melhor funcionamento do metabolismo de glicose e aminoácidos, podendo auxiliar o anabolismo. Não é incorporada em enzimas e proteínas, mas possui um papel importante no metabolismo dos ácidos da bílis.[4]

O consumo de 3 doses ao dia de 500 mg cada reduz o catabolismo protéico. Indivíduos com problemas renais ou hepáticos devem consultar um médico antes do seu consumo.

Ficheiro:Taurine-3D-balls.png

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s