Apenas a Cranberry é Capaz de Tudo Isso. É Pouco Ou Quer Mais?

Logo mais estaremos vendendo uma bebida de cranberry concentrada! Aguardem, vocês poderão comprar com toda segurança:

36 frascos de bebida de cranberry concentrado!

 

Cranberry, a pequena gigante

A Cranberry é uma pequena fruta encontrada na Cordilheiras dos Andes, no Chile. Ainda desconhecida no Brasil, a fruta já é bastante procurada e consumida pelos mercados americano e europeu. A grande procura pela cranberry se dá por algumas indicações que você poderá assistir no vídeo abaixo, onde profissionais de saúde expõem suas opiniões sobre a frutinha.

O poder da Cranberry

Falar do poder da Cranberry dá uma noção do quanto nossa bebida tem à oferecer às pessoas, mas saber que tudo isso que você verá no vídeo diz respeito apenas a 19ª parte do que está contido em nossa garrafa, restando-nos ainda citar as propriedades de outras 18 frutas faz-nos enxergar que mais que uma venda, realizamos uma boa ação quando oferecemos nosso produto à alguém.

ORIGEM DA CRANBERRY

Nome Científico: (Vaccinium macrocarpunum).

Origem: ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
O cranberry é uma pequena planta verde que contem flores cor-de-rosa escuras. O cranberry cresce em bosques úmidos e nas montanhas florestais do Tennessee ao Alasca e as flores se desenvolvem da primavera até o fim do verão. O cranberry foi documentado primeiramente na América do Norte em 1621 em que pelos peregrinos. Marinheiros da Nova Inglaterra costumavam comer Cranberries para evitar uma doença causada pela deficiência de vitamina C. Em meados de 1800 os químicos alemães descobriram que a urina daqueles que comeram cranberries conteve um composto bacteriostático (traduzido literalmente, “parando as bactérias”). Hoje, o suco do cranberry é um remédio caseiro comum usado para impedir as infecções bacterianas do trato urinário.

De acordo com relatórios do WHO, the World Health Organization, a aterosclerose é responsável por mais da metade das mortes em países desenvolvidos. Embora o suco do cranberry tivesse se tornado importante para a saúde do fígado e particularmente no tratamento das infecções do trato urinário, estudos recentes em porcos mostraram que poderia ajudar à saúde do coração em humanos também. Os estudos, conduzidos na universidade de Wisconsin – Escola de medicina veterinária Madison, mostraram que os cranberries reduziram o risco de desenvolver doença de coração, melhorando os níveis de colesterol, e ajudaram as pessoas com aterosclerose que enfrentam o risco de sofrerem ataque cardíaco.
Popular nos Estados Unidos, ela é usada há séculos nas infecções urinárias. E agora tem o aval dos cientistas

BENEFÍCIOS DO CRANBERRY

Rica em fibras (pectina), ácidos (acético, ascórbico, cáprico, málico, valeriânico, cítrico), antioxidante (flavonóides), sais minerais(magnésio, ferro, cálcio e selênio). Combate infecções urinárias e arteriosclerose.
Um trabalho da Cochrane Collaboration, rede dedicada à revisão de estudos na área da saúde, divulgado pela Universidade de Harvard, avaliou 10 pesquisas sobre o tema, com mais de mil participantes. Esse trabalho concluiu que o suco da fruta poderia diminuir a quantidade de infecções do trato urinário principalmente em mulheres reincidentes. No entanto, o trabalho não concluiu qual seria a dosagem de suco necessária.

Apesar dos indícios sobre os benefícios da cranberry serem bastante conhecidos e divulgados, Ricardo Able, coordenador do departamento de urologia feminina da Sociedade Brasileira de Urologia, afirma que os estudos não são conclusivos. “Nada substitui o tratamento das infecções urinárias com antibióticos”, afirma. Além disso, ele diz que o consumo do suco de cranberry merece cuidado. “Se tomado em excesso, pode provocar desarranjos intestinais. Além disso, deve ser evitado por diabéticos, devido à frutose, e por quem toma remédios anticoagulantes, que podem interagir com substâncias presentes na fruta”, diz.

Já para o urologista Cristiano Gomes, do Núcleo de Estudos Avançados de Urologia do Hospital Sírio-Libanês, em forma de suco ou tablete, a cranberry pode ser uma alternativa natural ao tratamento de mulheres com infecções reincidentes. “Uma em cada quatro mulheres tem infecção urinária, sendo que muitas chegam a ter o problema três vezes por ano”, diz. Nesses casos, explica o médico, a fruta poderia ser um coadjuvante do tratamento com antibióticos. Gomes alerta, porém, que é necessário realizar uma avaliação prévia da paciente. “É preciso, primeiramente, afastar a hipótese de problemas como cálculo ou outras doenças mais graves”, diz.

Outras duas propriedades medicinais do cranberry vêm merecendo atenção dos pesquisadores. “A fruta é rica em flavonóides, uma substância antioxidante que freia as células cancerosas”, diz o fitoterapeuta carioca Alex Botsaris. Na Universidade de Western Ontario, nos Estados Unidos, estudos demonstraram que o consumo de subprodutos da fruta pode inibir tumores de mama em animais. Já uma pesquisa inglesa constatou que o poder antioxidante do cranberry também é capaz de despencar os níveis do mau colesterol no sangue, sendo mais um instrumento para prevenir doenças como a arterosclerose.